Friday, January 5, 2007

Correndo



Meu marido é corredor. É esportista, atleta gabaritado, alto e forte. Eu sou sedentária, mas, em nome do amor, estou esportista. Corremos 5kms perto do natal, ele ao meu lado, trotando vagarosamente, no meu ritmo, enquanto reclamava da minha lentidão, me puxava pra ser mais rápida. Eu, tentava correr mais e reclamava da reclamção dele, ofegante, quando conseguia me expressar. No final chegamos juntos e comemoramos juntos, como na foto aí em cima.
E o amor não mesmo assim? Dois, em ritmos distintos, com jeitos diferentes, querendo chegar num mesmo lugar?
Ora resmunga um, ora resmunga outro. Ora um se expressa falando, ora com um suspiro, ora se pede água, ora solta-se um riso.
E de repente, mais um objetivo alcançado, mais um etapa que se foi. Então, que nela fiquem os resmungos e as chatices... Andamos em frente - ora mais rápido, ora nem tanto - mais ainda com o esímulo e o riso solto, um do outro (ou um para o outro?.

3 comments:

nicoleteimosia said...

Que lindo, menina! O amor é isso mesmo... andar ou correr junt@s, cada qual no seu ritmo. Parando às vezes, correndo, trotando... retroceder jamais. Parabéns, está lindo e verdadeiro.
Forte abraço,
Maria Rita Lemos

Bruno said...

Adorei,
esse texto muto legal lindona, traduziu em poucas palavras o que é viver a vida à dois.

Te amo
Bjs
Bruno

Caroline said...

É isso mesmo: conviver com as diferenças, e não deixar que elas nos separem. Muito lindo, amei!!!