Tuesday, November 11, 2008

Das loucuras cotidianas

Estou andando, rumo à padaria, e falando animadamente no celular com uma amiga, quando avisto um CET na esquina. Num impulso absolutamente idiota, digo rápido para a minha amiga: "Ai, pera, amarelinho!" e abaixo o celular. É somente aí que noto, enfim, que estou a pé e não há placa para ser multada. Rio sozinha, disfarço, e volto ao telefone, mudando de assunto.

6 comments:

Tia Jú said...

hahahahahaha
sem comentários!

Zezel said...

Adorei!!!
Eu quando estou em casa, depois de um dia cansativo de trabalho, o telefone toca e eu atendo: APLB(nome do sindicato onde trabalho), bom dia...
Meus deuses!!! A vida urbana vai deixar todo mundo doido!!!

beijo

Juli said...

alô??
alô????

Re said...

Hahaha..pra vc ver como a loucura da cidade nos deixam loucas tb..hahaha

Mari said...

Oi Carol, conheci o teu blog pelo da Fernanda, leio seguidamente e adoro!
Aqui em Porto Alegre, chamamos de azulzinho! A correria do dia a dia faz com que vivamos no "piloto automático" sem relaxar um minuto, nessas horas lembro como era bom ser criança...

Catarina said...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAHAHAAH