Tuesday, October 14, 2008

Bem-vindos



Eu não sabia, mas li que os alienígenas pousariam na terra hoje. Hoje pessoal, dia 14/10.
Pois enquanto ela acha que é um atraso completo, eu discordo e afirmo que eles disseram isso para nos confundir. E eles seriam assim tão sem noção de descer aqui bem nessa crise? Com essa coisa de banco quebrando, ação caindo, mundo ruindo os homenzinhos nem receberiam atenção. Se caíssem em Nova York, imaginem, iam passar despercebidos. Ou iam ser pegos pra trabalhar. Posso até ver os caras verdinhos em plena wall street, e alguém grita: “Pô cara, maderfuckyoyofuckfffuck” que é sempre o que os americanos dizem quando estão bravos. E ficariam brabíssimos com alienígenas chegando no meio dessa quebradeira. Capaz que mandassem o exército até Marte alegando que eles têm armas químicas. Aliás, não sei como ainda não pensaram nisso...
De qualquer forma eu não acredito que eles cheguem hoje, porque a mim é mais do que claro que eles já estão aqui, oras. Quem é que não vê? Eu mesma desconfio bem de uns 10 ou 12. Já desconfiei até de mim mesma uma época. Achei que eles tinham apagado a minha memória e criado uma memória humana em mim. A coisa ficou séria um dia, quando fiz um xixi laranja cor de fogo. Eu só podia ser um ET e alguma coisa tinha sido desprogramada dentro de mim, claro! Fiquei toda feliz, guardei segredo, mas mantive um sorriso de superioridade por quase um dia todo... Cheguei mesmo a piscar para uma senhora na rua, que parecia ser da mesma espécie que eu. Desconfiei que ela fosse minha ET mentora, mas ela não retribuiu meu gesto. Foi quando lembrei que tinha tomado Perydium e ele é que deixa o xixi assim. Fiquei frustradíssima. Sou mesmo super humana. Normal que só... Banal, até... Mas os outros? Ah não... Aqui no meu prédio moram 2 que tenho certeza que são daquelas bandas de lá; Marte, Urano, não sei. Mas daqui é que não são.
Na minha família desconfio seriamente de um. E soube de um grupo do meu trabalho que vive separado, isolado, desaparecem em momentos chaves e falam por códigos estranhos. Eu mesma os vi um dia, sentados numa muretinha onde batia um raio forte de sol e imaginei que eles estavam fazendo a fotossíntese, como as plantas. Evitei olhar muito para não dar bandeira, mas tive certeza de que esses formam um grupo de estudos, ou uma espécie de liga da justiça. Ou da injustiça, depende do ponto de vista.
De qualquer forma eles já estão aqui faz tempo. Antes até do que nós. Aposto que no meio dos dinossauros já tinha um ou outro infiltrado.
Se eles chegarem hoje, é pra disfarçar. E, nesse caso, acho que vou dar uma voltinha por aí agora mesmo, porque, caso eles apareçam, quero cumprimentá-los pelo plano e ver se tem uma vaginha no projeto deles - seja ele qual for – pra uma humana normal, normalzinha da silva. Se for permitido, conto pelo blog depois tá? Se não for, se for um projeto secreto, me liguem que pelo telefone, baixinho, conto tudo....

3 comments:

Juli said...

já estão aqui faz teeeempo!
bacio

Carol Barcellos said...

Hahahahaha, que post mais super!!! Muito bom mesmo, morri de rir, vc se supera a cada post! Poxa, o Perydium acabou com suas esperanças, né? Mas não fica assim, vai lá fora dar uma espiada e depois me conta, mas não pelo telefone, pode estar grampeado. A gente marca um lugar depois, e cria um código de identificação pra vc saber que sou eu. ;o>

Beijinhos doces cristalizados!!! :o*

emi.c said...

que decepção dshaiudhusahd..engraçado o texto,mas bem com um fundo de verdade nele..adorei :]