Saturday, June 6, 2009

O branco do tempo

Ele está cheio de cabelos brancos.
Não, não, a cabeça ainda é preta, mas, se olharmos bem, os fios prateados explodem aos montes, mostrando que, ao contrário do que parece, o tempo passa.
Ele odeia. Diz que vai tingir, que vai raspar, que vai cortar.
Não adianta meu bem. Nós não negamos quem somos e nem quando somos quem somos. Faz tempo que você é quem é, e o grisalho só vem avisar. Está ainda mais lindo, e mais esperto. Abandonou as gírias, aprendeu inglês, trocou de emprego. Mudou. E a cabeça muda junto.

2 comments:

C. S. Muhammad said...

Pois é. Mudar é inevitável.
bjs

Juli said...

e ainda vem mais por aí!
agora é que vai começar!
eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!!
viva os cabelos brancos!