Friday, March 28, 2008

Da série cartas que eu nem lembrava mais...

21/04/2004
Querido amigo,

Hoje faz um ano que nós terminamos. Nós terminamos um com o outro mas eu, senti-me terminar comigo mesma, com meus sonhos. Senti-me ruir, desmanchar, virar pó diante do vazio que minha vida estaria se tornando.
Lembro-me, como se fosse ontem, da sensação doída que tive quando desci daquele carro. Aos prantos entrei no elevador, aos prantos fechei a porta do meu quarto e, com mais lágrimas do que meu rosto podia suportar, rezei baixinho pedindo a Deus que Ele fizesse um ano se passar, para que eu abrisse os olhos e tivesse diante de mim 21 de abril de 2004, porque achava que talvez, apenas talvez, doesse um pouco menos quando não estivesse mais ali, aquele dia, aquele sol, aquele quarto, aquele cheiro, todo aquele vazio enorme, como se eu estivesse cega e só enxergasse branco....
Ah meu bem, quanta dor caberia dentro de mim ainda, e eu não sabia.
Como foram sofridas as horas que se passaram, as semanas, os meses. Lentos, arrastados, doentes.
Por tantas vezes eu achei que o tal do um ano não passaria nunca. Parecia que não cessaria a dor, não importando se amanhecia ou se anoitecia, se era primavera ou verão. Dentro de mim, um longo inverno surgiu.
Mas hoje, nem sei bem como explicar, passou.
Hoje sinto-me respirar de novo, e vejo a vida acontecendo junto com meus dias, não sou mais mera expectadora, faço parte das escolhas e das omissões de meu tempo.
Tenho, cada dia um pouco mais, certeza da decisão que tomei, firmeza no caminho que escolhi e uma certa alegria por ter feito assim.
Parece que passou o amor, ou, sei lá, aquilo a que eu chamava de amor... passou a angústia e a saudade, aquele incômodo de dor que permeava meus dias, quando eu nunca sabia se você voltaria, ou para onde iria. Hoje, percebo que você não cabe mais nos meus planos, mesmo que eu não os conheça tão bem. Você não cabe, nunca coube, na minha rotina, no meu dia-a-dia, nas minhas bobagens e nem nas minhas grandezas. Hoje, só hoje, enxergo que éramos diferentes, e que não nos encaixaríamos. Como esses jogos de criança, o Lego ou qualquer coisa assim. Você é a peça redonda e eu o buraco quadrado. Estávamos sempre a nos quebrar, a nos forçar, a nos mutilar porque queríamos o encaixe perfeito, queríamos ser a peça certa um para o outro, e por mais que nos iludíssemos que estava acontecendo, era mentira. Não seríamos nunca. A não ser que nos abandonássemos, ou nos espatifássemos em pequenos pedaços. Aí não seríamos nós, não seria eu, a menina sonhadora, não seria você, o cara independente.
E não, não estava disposta a esse amor a qualquer custo. Até porque, olhando hoje com olhos sãos, não era tanta coisa assim que você me oferecia. Não era tão grande a recompensa.
Eu tive meus erros e meus acertos, mas arrependo-me. Não me arrependo dos erros, ao contrário, deveria ter errado mais para que acabássemos antes. Arrependo-me, querido, de ter-lhe dedicado tanto dos meus dias, do meu tempo, dos meus sonhos mais doces. Arrependo-me de ter te oferecido o meu melhor em bandeja de ouro, ainda sabendo que não receberia um copo d’água sequer...
É, os arrependimentos e as mágoas que não se esvairam de todo. Por isso sei, não passou tudo. Foi-se embora o amor e a dor, mas ficou também a estranheza. Ah essa estranheza que só sentem os ex-amantes, os amores do passado, aqueles que amaram tanto a um outro e esse outro, que antes era sonho, hoje, tem de dividir espaço na ala dos mortais, dos chatos, talvez...
É querido, eu vivo com você, a estranheza. Porque não houve quem eu amasse tanto, não tinha havido ninguém a quem eu me entregasse tanto e, apesar de saber o que te faz tremer, te cumprimento com dois beijinhos, como o estranho ao lado. Sinto-me eu a estranha diante de tamanha contradição. Hoje, sei sobre você tudo. E ao mesmo tempo, não sei nada. Dividi com você, tudo. E agora, nego um gole do refrigerante porque fico com vergonha.
Essa estranheza me acompanha cada vez que ouço aí dizer que viram você. Com o novo amor ou sem, não importa. As perguntas permanecem: Para onde foram nossas noites? Em que lugar do tempo ficou guardado nossos corpos cansados, nossos segredos trocados, nossas pernas embaraçadas, os sussurrus, as lágrimas, ah... as incontáveis lágrimas que molharam seu ombro... o que houve com elas? O que houve comigo? O que houve conosco?
A estranheza caminha comigo, lado a lado, mas não me dói...
Me ensina apenas que a vida é assim, que os momentos são sempre efêmeros e estão indo embora por entre os dedos, o tempo todo. Logo que existem, deixam de existir...

Querido amigo, hoje faz um ano que enchi meus olhos d’água, senti meu corpo tremer de medo e meu coração explodir em dor....hoje, faz um ano que tomei a decisão certa.
Sei que você mudou. Notei que seus cabelos diminuiram, seu sorriso iluminou-se um pouco mais, seu corpo emagreceu e engordou e emagreceu de novo. Ouvi dizer que você mudou de emprego, comprou uma camisa, ficou gripado, tratou o canal....
Eu também mudei. De emprego, de casa, de roupa, de blog. Engordei, arranquei 3 dentes, troquei de carro, cortei o cabelo, tive sinosite, tomei uma ou duas multas e chorei no trabalho. Mas você não soube....eu achei que saberíamos tudo um do outro. Mas não sabemos mais...
E a falta que sinto não é de notícas suas. É, as vezes, de notícias minhas, de lembranças minhas, de sonhos meus, que foram atropelados aí nesse caminho por onde andei ao seu lado.
Mas não importa agora.
Um ano se passou e meu coração se encanta de novo com a vida. Com o tanto de gente que há no mundo, com as tentativas que tive, com as cores todas que existem, e com cada dia que amanhece diante de mim...
Você teve um papel importante, e te agradeço por tê-lo feito como pôde. Mal, muitas vezes. Mas eficiente para me mostrar que deve haver um bem, em algum lugar, de algum outro jeito.
Obrigada querido, por ter sido meu primeiro amor, meu grande amigo, meu fiel amante, meu desleixado companheiro, meu carrasco, e minha cura.
O tempo faz coisas. Tem feito e tem refeito.
Me derrubou e me ergueu. Agora, de pé, sinto-me tão forte que não temo mais.
Que ele, o tempo, funcione em você assim também, sendo fogo brando e sendo incêndio, com a força e com a calma com que fez comigo.

É o que desejo, sinceramente,

Ana

20 comments:

Mari Monici said...

Algumas vezes rezei pedindo para que se passasse 1 ano...e passou, coincidentemente venho aqui exatamente na semana após meu ultimo pedido igual a este. E é assim...outras dores, outros amores, mas um ano é um bom tempo e digo UFA, mas me dói tb pois tenho esta mania estúpida de ser nostálgica.
Um beijo

David Valcarcel said...

Estava eu pensando na rotina que começava a pintar de ocre nossas vidas... como se eu dedicando um tempo, "estudando" sobre o assunto pudesse fazer algo pra impedir o triste destino de todas as paixões que acabam sem cor, sem emoção. Faço desse tempo um tempo de reflexão, tratar de sentir o que realmente sinto, sentir antes de usar do condicionamento. Sentir pela primeira vez! tudo que se repete por existir. Tudo que existe entre nós dois, sentir como se fosse uma única vez, tratar de fazer essa vida um pouco melhor, junto de alguém, que como eu é imperfeito.
Tentarei sempre ser o que ainda não sou.

Anonymous said...

Olá, encontrei teu blog por acaso. Li todos os post desta página. Gostei. Vou indicar as duas cartas para um blog literário, o Lima Coelho.
Dê uma olhada: www.limacoelho.jor.br

Abs,
Mel

Anonymous said...

Сan I simρly ϳust saу what a сomfort to ԁiscοver а perѕon that aсtually undеrstanԁs what they're discussing on the internet. You certainly know how to bring a problem to light and make it important. A lot more people need to look at this and understand this side of your story. I was surprised you aren't morе
рopular given that you most сeгtаinly
possess the gift.
Look at my web site ; V2 Cigs

Anonymous said...

Greatе pіеces. Kеeρ
posting such kind of information on yοur page. Im
really іmpreѕseԁ by it.
Hello theгe, You haѵe peгformed an excellent job.
I ωill certainly digg it аnd for my part recommеnԁ to my friends.
I'm sure they'll be benefitеd from this
web sіte.
Also visit my blog :: v2 cigs reviews

Anonymous said...

Waу coοl! Somе very valid pоints!
I аppreciаte yοu writіng
thіs writе-uρ plus the rest of the site is also very good.


Μу ωeb-site :: Phpfoxtest.com
my web site > About

Anonymous said...

Ргetty section of contеnt.
I just stumbled upon your ωebѕitе
and in accession саpital to assert that I acquirе
aсtually enjoyеd account уouг blog рosts.

Anyway Ι'll be subscribing to your feeds and even I achievement you access consistently fast.

Here is my homepage ... Www.runnersoul.com
My web site :: welovedthis.com

Anonymous said...

Hello there, I discovered your website via Google whilst lookіng for a comparable topic, your websіte came up, it seems to be good.

I've bookmarked it in my google bookmarks.
Hello there, simply turned into aware of your weblog through Google, and located that it is truly informative. I'm goіng
to watch out foг bruѕѕels. I'll be grateful in the event you proceed this in future. Lots of people will likely be benefited out of your writing. Cheers!

Here is my blog post; http://www.Prweb.com/releases/silkn/Sensepilreview/prweb10193901.htm

Anonymous said...

Folkѕ who liked it also saіd that they had to placе іn some
ρhуsical physicаl eхeгсise and a manage ovеr eating plan tο drοp fat frοm
the abdomen.

Looκ at mу hοmеρage; flex belt Coupon Code

Anonymous said...

Ηi thеre, thiѕ weekend is nicе for me, since this time
i am reading this great informative article here at my house.



Also visit my blοg poѕt; visit the next post

Anonymous said...

I hаve beеn browsing on-lіne more
than 3 hours these ԁays, but I never found anу inteгesting
article like уours. Ιt's lovely value enough for me. In my view, if all webmasters and bloggers made just right content as you did, the web will probably be much more useful than ever before.

my homepage ... www.prweb.com
My page - mouse click the following article

Anonymous said...

Right here is the right ѕite for anуbody who wantѕ tο understanԁ this
topic. You undеrstanԁ ѕо much іts almost
tоugh to аrgue with уou (not that I actually will nеed to…HaHа).
You сertainly put a neω spin on a subject that's been discussed for a long time. Excellent stuff, just wonderful!

My web blog; http://www.prweb.com/releases/silkn/sensepilreview/prweb10193901.htm

Anonymous said...

Rіght here iѕ thе perfect blog
for everyοnе ωho ωould like to find out аbout this
tоpic. Yоu understаnd ѕo much its almost tough tо argue
with you (not that I personаlly ωould want to…HaHa).

You dеfinitely put a fгesh sρіn on a topic that hаs been ԁiscussеԁ for decades.

Wonԁerful stuff, just great!

Αlso ѵisit my blog post; http://www.prweb.com/releases/silkn/sensepilreview/prweb10193901.htm

Anonymous said...

Wonderful, what a website it iѕ! This blog presents useful facts
to us, keep it up.

my ωeblog: vtech.fr

Anonymous said...

Ι thought thіs prοvide was the sωeеtest factoг eѵer.



Tаke a look at my ρage - green smoke promo codes

Anonymous said...

I love these e сіgs

Fееl fгee to visit my sitе: green smoke

Anonymous said...

Тhanκ you for leaving commеnts and prοviԁіng uѕ an updatе.
It hаs геmindeԁ myѕelf that
I havе to edit the above mentіοnеd ρagе with the lаtest infοrmatіοn!



Herе is my blοg green smoke coupon

Anonymous said...

We were not able to get all supported sensors (PIDs) to screen facts.

The measurement of this merchandise is very one of a kind.



Feel free to surf to my web page ... http://glamuk.ning.com/

Anonymous said...

You have to have to make guaranteed that they are sterilized and you have adequate bandage with you.
But if done effectively, there is nominal chance to contemplate.


My blog: is dermatend sold in stores

Anonymous said...

I'm really enjoying the design and layout of your blog.
It's a very easy on the eyes which makes it much more enjoyable
for me to come here and visit more often. Did you hire out
a developer to create your theme? Exceptional work!

My web page: dog training books